Descartes deu o mote. A filosofia deste deste espaço é antes de mais dedicado ao sonho, às duvidas existênciais à escrita e ao prazer da leitura, um blog onde a actualidade não pode deixar de estar presente.



translator 翻訳 Переводчик

“Pontes vivas” protegem os animais e purificam o ar. 



(Esta é uma daquelas notícias que me deixam feliz e por isso não poderia deixar de partilhar convosco, estas imagens e texto que partilharam comigo.)

Redacção em 21 de Novembro de 2013 às 15:14 ( Via Ciclo Vivo)

Pontes-vivas-reduzem-emissões-de-carbono-e-protegem-animais" Para amenizar o impacto das grandes rodovias que atravessam florestas, parques e reservas, países como
Foto: Zwarts & Jamsa Architects/Divulgação
Holanda, Alemanha, Canadá e Austrália construíram as pontes vivas. 

Foto: bean MOST/Flickr

As passagens verdes permitem a travessia de animais com segurança ao mesmo tempo que contribuem para reduzir a quantidade de CO2 proveniente dos automóveis.

Travessias verdes sobre rodovias em áreas florestais são apostas de construções sustentáveis. 
Foto :Divulgação/Autobahn

Um dos exemplos mais bem sucedidos de “ecoduto” é o do Parque Nacional Banff, no Canadá. Ao todo são 41 passagens, pelas quais circulam mais de dez variedades de espécies diferentes de grandes mamíferos. O ideal é que o solo da passarela tenha as mesmas características do solo da floresta em questão e seja coberto por diversas espécies de plantas da flora nativa.

O ser humano quando quer sabe fazer as coisas!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Contacto por correio electrónico

Antoniogallobar@sapo.pt