Descartes deu o mote. A filosofia deste deste espaço é antes de mais dedicado ao sonho, às duvidas existênciais à escrita e ao prazer da leitura, um blog onde a actualidade não pode deixar de estar presente.



translator 翻訳 Переводчик

C V - Contador de visitas

contador de visitas para blog

AFINAL AS ESTÁTUAS DA ILHA DE PÁSCOA TÊM CORPO...

Enviaram-me por mail estas fotos e texto, por achar muitissimo interessante partilho-as com todos os amigos, desconhecendo a autoria das mesmas, espero que gostem.





AFINAL AS ESTÁTUAS DA ILHA DE PÁSCOA TÊM CORPO...






A descoberta surgiu há algumas semanas na Internet: as estátuas da ilha da Páscoa têm corpo!

Então o que era conhecido por serem apenas grandes cabeças, sabe-se agora que essas estátuas escondem muitos segredos, como mais de metade do seu tamanho estar enterrado no subsolo e revelarem a existência de corpo e mãos.


Atribui-se a descoberta ao casal Routledge, mas outro grupo de pesquisa privado tem escavado recentemente uma estátua e descobriu muitos escritos sobre o corpo.




Localizada no Pacífico, a ilha vulcânica foi descoberta pelo navegador holandês Jakob Roggeveen, no domingo de Páscoa de 1722. Tornou-se posse chilena em 1888.



Enquanto ainda muitos mistérios cercam a ilha da Páscoa, a descoberta desses escritos colocados no subsolo podem iniciar muitos debates.

Na verdade, se quase todos os cientistas estão de acordo que foi após um genocídio que a população (cerca de 4000) desapareceu, que aconteceu com estes gigantes de pedra enterrados?

Seriam assim desde o início quando foram feitas pelos Rapanui (civilizações antigas da ilha) ou foi o passar do tempo que as enterrou?


A hipótese mais provável é que um maremoto varreu a ilha e a sua civilização, que se perdeu nas brumas do tempo. Os turistas desconhecem que sob os seus pés há um tesouro escondido que se adivinha. As estátuas não devem ter sido enterradas, mas o fluxo de transporte da onda gigante trouxe muito entulho, poeira e sujeira que as enterrou e a civilização desapareceu como que apagada de uma só vez.



Volta a pensar-se no mito da Atlântida e do continente cujas lendas ressurgiram com esta descoberta excecional.

4 comentários:

  1. Muito interessante!
    Vou mostra a meu filho, ele vai adorar.
    Obrigada pela visita, por seguir e pelas doces palavras.

    ResponderEliminar
  2. Que maravilha!!

    O que sera que nos diz os textos hieroglíficos
    esculpidos nos corpos?
    Historiadores e arqueólogos em ação!

    ResponderEliminar
  3. Olá Antônio. Gostei dessas imagens que você postou. Sou aficionado pela antiguidade. Sempre coleto dados em vídeos, artigos ou livros que ampliem o conhecimento sobre civilizações antigas. Agradeço pela sua sensibilidade. Um abraço.
    pjpedra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu é que lhe agradeço a visita, acho que terá muto que ler, bastará procurar... Abraço

      Eliminar

Contacto por correio electrónico

Antoniogallobar@sapo.pt