Descartes deu o mote. A filosofia deste deste espaço é antes de mais dedicado ao sonho, às duvidas existênciais à escrita e ao prazer da leitura, um blog onde a actualidade não pode deixar de estar presente.



translator 翻訳 Переводчик

C V - Contador de visitas

contador de visitas para blog

Uma questão de vários is...

Insólito

Inusitado

Irresponsável








Imagem retirada da net de autor desconhecido

Saber que um agente da nossa Policia de Segurança Pública, conduzia há vários anos, com o conhecimento dos colegas (ver noticia do Jornal de noticias ou do Diário de Noticias do dia 3 de Julho de 2011) os carros em serviço ou a fazer patrulhamento, sem estar habilitado com a respectiva carta de condução, é verdadeiramente uma questão que classifico de três is.





Insólito

Inusitado

Irresponsável



Ou melhor ainda, é como levar um murro no estômago e sentir, que é por estas por outras que estamos onde estamos, é ser forçado a ter que erguer os olhos aos céus e juntar mais um i de iníquo à conta e interrogar o ser divino que nos rege, com o olhar mais cândido que se conseguir e perguntar:



Como é isto possível, meu Deus?



Na ausência de uma resposta perante o encolher de ombros de quem tem muito mais com que se preocupar, atrevo-me a vaticinar que afinal é fácil.



Apenas e só por falta de valores e de princípios morais de quem deveria dar o exemplo mas que afinal se demite de o fazer, e sem falsos moralismos dizer bem alto que finalmente encontramos mais Uns ís para juntar à lista

Imoral e incompreensível… para não dizer que tudo isto é preverso e injusto...


e no final, descobrir como é fácil aqui chegar. Resta saber a que preço…



Como pudemos pedir ao cidadão comum que cumpra normas, que cumpra as leis deste pobre País, se aparecem constantemente exemplos destes que não dignificam ninguém, como é caso dos futuros magistrados que copiaram no exame do CEJ-Centro de estudos Judiciários (Clic para ver noticia).





Nas histórias infantis de cowboys, os pistoleiros mais rápidos eram quase sempre nomeados xerifes. Caso para dizer: -Ao que nós chegamos…





POBRE POVO, DESTA NAÇÃO VALENTE, QUE NEM A SI MESMO SE RESPEITA.



4 comentários:

  1. São coisas para nós incomreensíveis, pois somos do bem e nos preocupamos em fazer tudo conforme manda o "figurino"...

    Mas há quem nem se preocupe com as mínimas coisas. Revoltante! abraços,linda semana,chica

    ResponderEliminar
  2. Com enorme carinho
    agradeço de coração por compartilhar
    momentos tão agradaveis e tão importantes para mim.
    Certamente vera essa mensagem em outros blogs
    mais isso é tudo que posso fazer hoje.
    E jamais vou deixar de agradecer a bondade
    de estar sempre no meu blog acariciando meu corção.
    Agradeço e reconheço que Deus nunca nos deixa sozinho.
    Um beijo no coração,Evanir.

    ResponderEliminar
  3. Muito is, concordo....só não concordo com inusitado, pois aqui tudo é permissível, não é?

    Um grande abraço!!!!

    ResponderEliminar
  4. As autoridades não se preocupa com tantos erros cometido dentro desses setores. Concordo contigo plenamente, os carros em serviço ou a fazer patrulhamento, sem estar habilitado com a respectiva carta de condução, é verdadeiramente uma questão que classifico de três is.
    Insólito
    Inusitado
    Irresponsável.
    Um abraço e ótimo começo de semana.

    ResponderEliminar

Contacto por correio electrónico

Antoniogallobar@sapo.pt