Descartes deu o mote. A filosofia deste deste espaço é antes de mais dedicado ao sonho, às duvidas existênciais à escrita e ao prazer da leitura, um blog onde a actualidade não pode deixar de estar presente.



translator 翻訳 Переводчик

O MILAGRE ISLANDÊS E A CENSURA DA COMUNICAÇÃO SOCIAL


Para todos os amigos que por aqui passam, antes que nos censurem também.

É um privilégio e uma grande responsabilidade podr receber aqui tanta gente letrada, nesta humilde casa; vou procurar estar à altura das Vossas expectativas.

Deixo-vos com algo que me inquieta no momento.


O Milagre islandês (entenda-se revolução do Povo que toma nas suas mãos os destinos da nação) e, o silêncio dos Mídia.









Já pensou, porque é que a Islandia não quer ouvir falar em União Europeia?
Confira as respostas:


Obrigado pela vossa visita, pensem nisto, talvez encontrem algumas respostas que escapam.
Votos dum bom fim de semana para todos

1 comentário:

  1. Na altura que entrámos para o euro, apesar de não conseguir ver todos os problemas que isso acarretaria, tive um mau pressentimento mas, quando começou a entrar dinheiro aos milhões e vi acabarem com o pouco que se produzia, aí tive a certeza que íamos ter muitos problemas no futuro porque não há nada grátis e quanto maior a benesse, maior o pagamento ;)
    Claro que as minhas preocupações só serviam para me apelidarem de pessimista.
    Neste momento, há quem fale em sair do euro, ora, agora, penso que seria outra catástrofe para tentar remediar a primeira.
    O nosso dinheiro passaria a não valer nada e como nem sequer produzimos o que comemos, não estou a ver venderem-nos fiado, faltariam bens essenciais e nem quero imaginar a inflação.
    Só aqueles que têm andado a fazer um bom mealheiro em paraísos fiscais, haja o que houver, vivem sempre bem, esses de certeza que não teriam problemas e nunca lhes faltaria nada como à população em geral que talvez visse o que são supermercados com pouco nas prateleiras e farmácias sem medicamentos.
    Há quem fale em perdão de parte da dívida, pois ainda agora, este governo empurrou o pagamento de alguns juros para daqui a 5/10anos e há muitos mais... PPP/s que vão durar 70 anos.
    Às vezes ponho-me a pensar se são eles que estão doidos ou sou eu... mas como não tenho poder para prevenir nada, até preferia ser eu.

    Bjos

    ResponderEliminar

Contacto por correio electrónico

Antoniogallobar@sapo.pt